Você sabia que as impressoras 3D têm seu próprio idioma?

Você sabia que as impressoras 3D têm seu próprio idioma?

Atualizado: 24 de Jun de 2019

Atualmente, muitas impressoras 3D para desktop usam uma linguagem de programação controlada numericamente, composta de uma série de comandos chamados G-Code.

A maioria desses comandos começa com um G (daí o nome), mas também há alguns códigos comuns específicos da máquina que começam com um M.Esses comandos dizem à sua impressora 3D exatamente quais ações executar - onde mover, que velocidade usar, que temperaturas definir e muito mais. Para qualquer criador, é benéfico ter um conhecimento básico de G-Code para entender como sua impressora 3D funciona, para depurar ou executar manutenção em sua máquina e para verificar seus arquivos de impressão. Este guia explicará os 10 comandos mais usados, o que eles fazem e como editá-los no Simplify3D. Ao fatiar seu modelo no Simplify3D, o software gerará automaticamente os comandos do Código G necessários para concluir a impressão. Você pode visualizar esses comandos clicando em “Salvar caminhos da ferramenta no disco”, selecionando um local para o arquivo no disco rígido e abrindo o arquivo .gcode em um editor de texto como o Bloco de Notas ou o Editor de Texto, por exemplo. Se acontecer de você estar usando o Notepad ++, você pode baixar este útil arquivo XML que permitirá o realce de sintaxe para seus arquivos gcode, assim como a imagem no topo deste artigo. Para importar o arquivo no Notepad ++, vá para "Idioma> Definir seu idioma", clique em "Importar" e selecione o arquivo XML. Embora o código G seja a linguagem padrão para a maioria das impressoras 3D, algumas máquinas podem usar formatos ou comandos de arquivo diferentes. Mesmo que sua impressora use um formato de arquivo diferente, como um arquivo .x3g, observe que o Simplify3D ainda exportará os arquivos .gcode e .x3g para o local selecionado.

Isso é bastante útil, pois muitos dos outros formatos de arquivos são, na verdade, arquivos binários. Visualizar o texto no arquivo gcode é muito mais fácil!!

Depois de abrir seu arquivo .gcode em um editor de texto, você notará que cada comando é normalmente listado em uma linha separada. O início da linha informa qual tipo de comando é e, em seguida, pode haver vários argumentos adicionais. Você pode até adicionar comentários dentro do arquivo colocando um ponto e vírgula antes do comentário para que ele seja ignorado pela máquina.

Então, agora que você viu um exemplo de como são seus arquivos de impressão 3D, aqui está nossa lista dos 10 comandos mais comuns para impressão 3D que você deve saber!

18 visualizações

Vem para o digital.

(11) 3588-7071

Rua das Caneleiras, 500 - Bairro Jardim 

 Santo André/SP - 09090-050